Skip to main content

 

 

A ficha ENES estará disponível para entrega pelos serviços administrativos da Escola Secundária Vergílio Ferreira 3 dias úteis após a data do envio do pedido. 

 

Informamos que as avaliações finais das turmas dos 1º, 2º, 3º e 4º  anos já estão publicadas no Inovar Consulta.

 Aceda ao Inovar Consulta e navegue por Avaliações » Avaliações de fim de período

A Direção do AEVF

08/07/2024

Revisao Provas

Informamos que as avaliações finais das turmas Educação Pré Escolar já estão publicadas no Inovar Consulta.

 Aceda ao Inovar Consulta e navegue por Avaliações » Avaliações de fim de período

A Direção do AEVF

08/07/2024

 

Os  alunos do Agrupamento Vergílio Ferreira estão de parabéns!

 

No passado dia 22 de março, decorreu no nosso Agrupamento o concurso internacional Canguru Matemático.

Em Portugal, a organização deste concurso está a cargo do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, com o apoio da Sociedade Portuguesa de Matemática.

Objetivos do Concurso

  •  Estimular o gosto e o estudo pela Matemática.
  •  Tentar que os alunos se divirtam a resolver questões matemáticas e percebam que conseguir resolver os problemas propostos é uma conquista pessoal muito recompensadora.
  •  Permitir que os alunos descubram o lado lúdico da disciplina.

 Em 2023 participaram cerca de 6 000 000 de alunos de 97 países. Este ano ainda estamos à espera de saber quantos foram, mas nas Escolas Portuguesas, houve 71 720 participantes que, com lápis e borracha e sem máquina de calcular estiveram a resolver problemas de matemática.

No nosso Agrupamento participaram cerca de 150 alunos das Escolas de S. Vicente, Básica de Telheiras e Vergílio Ferreira que obtiveram lugares de destaque:

- Categoria Benjamim, 7.º / 8.º anos, participaram 11 770 alunos a nível nacional e os nossos três primeiros classificados obtiveram a 45.ª, 75ª e 83ª posição.

Mais resultados em https://www.mat.uc.pt/canguru/canguru2024/listar.php

- Categoria Cadete, 9.º ano, participaram 4 669 alunos a nível nacional e os nossos alunos mais bem classificados obtiveram a 34.ª e 96.ª posição.

Mais resultados em https://www.mat.uc.pt/canguru/canguru2024/listar.php

Categoria Estudante, 10/ 11.º anos participaram 3 162 alunos a nível nacional e os nossos alunos ficaram na 83.ª e  98.ª  posição.

Mais resultados em https://www.mat.uc.pt/canguru/canguru2024/listar.php

Categoria Júnior, 12.º anos, participaram 817 alunos a nível nacional e os nossos alunos obtiveram a 14.ª, 21.ª e 86.ª posição.

Mais resultados em https://www.mat.uc.pt/canguru/canguru2024/listar.php

Um pouco de história

No início dos anos 80, Peter O'Holloran, professor de matemática em Sydney, inventou um novo tipo de Concurso Nacional  em escolas australianas: um questionário de escolha múltipla. Este concurso foi um enorme sucesso na Austrália. Em 1991, dois professores franceses (André Deledicq e Jean Pierre Boudine) decidiram iniciar a competição em França com o nome Canguru ("Kangourou") para prestar homenagem aos seus amigos australianos. Na primeira edição, participaram 120 000 estudantes, atraindo a atenção dos países vizinhos. Em Junho de 1993, o Conselho de Administração do Canguru ("Kangourou") Francês convocou um encontro europeu em Paris e sete países decidiram adotar o mesmo concurso. Em Junho de 1994, em Estrasburgo, no Conselho Europeu, a Assembleia Geral dos representantes de dez países europeus (Espanha, França, Grã-Bretanha, Hungria, Itália, Moldávia, Polónia, Rússia e Eslovénia) decidiram a criação do "Canguru Matemático sem Fronteiras".  Atualmente, a associação conta com representantes de 86 países e mais de seis milhões de participantes em todo o mundo. Portugal participou pela primeira vez em 2005 no Canguru Matemático sem Fronteiras.

Sobre o concurso

O concurso consiste numa única prova: não existe nenhuma selecção prévia nem existe uma prova final. Existem oito Categorias, de acordo com as idades dos alunos: Mini-Escolar nível I (2.º ano de escolaridade), Mini-Escolar nível II (3.º ano de escolaridade), Mini-Escolar nível III (4.º ano de escolaridade), Escolar (5.º e 6.º anos de escolaridade), Benjamim (7.º e 8.º anos de escolaridade), Cadete (9.º ano de escolaridade), Júnior (10.º e 11.º anos de escolaridade) e Estudante (12.º ano de escolaridade). A prova consiste num questionário de escolha múltipla de várias questões de dificuldade crescente.

A pontuação máxima na categoria Mini-Escolar nível I é 75 pontos, nas categorias Mini-Escolar nível II, Mini-Escolar nível III e Escolar é 120 pontos e nas outras categorias é 150 pontos. Os alunos começam com uma pontuação de 15 pontos na Categoria Mini-Escolar nível I , com 24 pontos nas Categorias Mini-Escolar nível II, Mini-Escolar nível III e Escolar e com 30 pontos nas restantes categorias. Por resposta errada serão penalizados em 1/4 da pontuação da questão. A categoria Mini-Escolar nível I é constituída por cinco questões de três pontos, cinco questões de quatro pontos e cinco questões de cinco pontos. As categorias Mini-Escolar nível II, Mini-Escolar nível III e Escolar têm oito questões de três pontos, oito questões de quatro pontos e oito questões de cinco pontos. As restantes categorias têm dez questões de três pontos, dez questões de quatro pontos e dez questões de cinco pontos.

Notícias